Responsabilidade Social

As acções desenvolvidas pelo BAI no âmbito do programa de responsabilidade social em 2016 abarcam as seguintes áreas:

• Educação;

• Arte e Cultura;

• Desporto;

• Saúde;

• Social e bem-esta.

Educação

A educação é o factor fundamental para o desenvolvimento das sociedades e o BAI, comprometido com a Responsabilidade Social, tem procurado fazer a sua parte. Através da Fundação BAI, durante o 1.º semestre de 2016 prestou apoio à construção de raiz de mais três salas de aulas, para responder à demanda das crianças carentes da Funda, sob responsabilidade da ONG AMEN.

Conseguiu ainda atribuir subsídios de Bolsa de Estudo para o ensino superior a cinco meninas do Centro Feminino Horizonte Azul.

Arte e Cultura

A arte, expressão cultural de um povo, tem merecido especial atenção parte do BAI. O banco alia-se à Arte e Cultura, visando promover a diversidade artística e os novos talentos, bem como a salvaguarda do património cultural, que possui um papel determinante quer no desenvolvimento do meio envolvente, quer no desenvolvimento sustentável.

Desporto

O BAI patrocina diversas actividades desportivas, como o futebol, o basquetebol, o ciclismo ou o judo.

Neste âmbito, o BAI deu total apoio à atleta olímpica de judo, Antónia de Fátima Moreira “FAYA’’, na sua deslocação à Hungria em estágio de preparação (Maio 2016) rumo ao campeonato Olímpico Rio 2016 (Brasil – Agosto 2016).

Desportivamente, o BAI patrocinou também actividades de basquetebol, biclismo, andebol e futebol, nomeadamente:

- Benfica Petróleos do Lubango, em basquetebol feminino;

- Associação Nacional de Basquetebol;

- Sporting Clube de Benguela;

- 2º Prémio em Ciclismo, Baía de Luanda;

- CAN de Andebol 2016.

Saúde

Em 2016, destaca-se a doação de Vacinas para a Febre Amarela ao Estabelecimento Prisional da Comarca de Viana e o apoio ao Hospital Pediátrico David Bernardino, em Luanda.

Social/Bem-estar

O BAI, sensibilizado e atento aos problemas e carências das pessoas, concedeu apoio recorrente no domínio alimentar, escolar e de transporte para os residentes de um centro de acolhimento e orfanato feminino de Viana, denominado Horizonte Azul. Durante o ano de 2016, apoiou com géneros alimentícios a AACA- Associação Angolana das Crianças Abandonadas.

Marca e Reconhecimento

A “Euromoney”, prestigiada revista do sector bancário, elegeu o BAI como o Melhor Banco em Angola para o ano de 2016. Foi a quarta vez que o BAI teve essa distinção.

Na edição dos prémios Sirius 2016, uma iniciativa da Deloitte, foi atribuído ao BAI o prémio Melhor Relatório e Contas do Sector Financeiro.